Noite de gala

22 novembro, 2006 at 3:01 pm

Capacete de Ouro

Cerca de mil convidados entre pilotos, dirigentes, personalidades e o público aficcionado por automobilismo compareceram na noite da última segunda-feira à 10ª edição do Capacete de Ouro, realizado no Teatro Alfa, em São Paulo. A premiação, promovida pela revista Racing, elege os melhores pilotos brasileiros a cada ano em categorias como Fórmula 1, Top, Revelação, Rally e outras.

Uma das novidades do evento foi o sorteio do tradicional capacete de ouro desenhado por Sid Mosca. O diferencial dessa vez foi a pintura, com o nome de todos os pilotos premiados nas edições anteriores do evento. Além disso, também foram sorteados três cursos de pilotagem de Roberto Manzini, os óculos escuros de Tony Kanaan e miniaturas da Mania de Carrinhos.

Emoção
Um dos pontos altos da cerimônia foi a homenagem bem humorada, apresentada por Otávio Mesquita, às tradicionais famílias que participam do esporte a motor brasileiro. Nada melhor do que o clã Piquet para representar pais, filhos e parentes que praticam o automobilismo. Liderada pelo tri-campeão da Fórmula 1 Nelson Piquet, também participaram da homenagem o sobrinho Rodrigo e os filhos Geraldo e o caçula Pedro, que já faz sucesso no kart e também nas respostas polêmicas, seguindo os passos do pai. Quando questionado se Piquet falava palavrões, Pedro foi certeiro: “Ele só xinga quando vê o Lula na televisão”, disparou.

O prêmio de Piloto da Década foi criado especialmente este ano, também em comemoração aos 10 anos da premiação mais prestigiada do automobilismo nacional. Rubens Barrichelo foi eleito, por uma comissão de 70 jornalistas especializados, como o piloto que mais representa o espírito do Capacete de Ouro nesta década de existência. Rubinho fez questão de dividir o prêmio com Ingo Hoffman, concorrente na mesma categoria: “Ele sabe que a cor do meu capacete foi escolhida por ser a mesma cor do dele “, declarou.

Vencedores
A boa temporada de Felipe Massa pela Ferrari também refletiu na premiação. Pela primeira vez, o piloto paulista recebeu o Capacete de Ouro na categoria Fórmula 1. A competição acirrada também foi um dos ingredientes da noite. Cacá Bueno venceu na categoria Nacional e elevou ainda mais os ânimos das polêmicas punições aplicadas na última prova da Stock Car, realizada no circuito de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. “Com essa conquista vou para Interlagos com mais sede de vitória. Espero que a decisão do campeonato se dê na pista e não fora dela”, ressaltou.

Formato
O Capacete de Ouro mantém seu formato de escolha dos vencedores. Após uma primeira fase em que os competidores foram indicados por seus próprios resultados em seus respectivos campeonatos (computando as 10 melhores chegadas de cada um dentro das datas estipuladas pelo concurso), a segunda etapa consiste na escolha por parte dos jornalistas, especializados em automobilismo, entre os três finalistas de cada modalidade. Cada profissional da comunicação indicou seu favorito em cada uma das 13 categorias, e os pilotos com maior número de votos foram contemplados com os capacetes de ouro, prata e bronze.

Para saber mais sobre o prêmio e conhecer os vencedores, acesse o F1 na Veia!

Anúncios

Entry filed under: Novidades.

Jacarepaguá pega fogo Hakkinen na F1 ou é só marketing?


Sobre a autora

Bárbara Franzin é paulistana, geminiana, jornalista e gremista. Tem 22 anos e trabalha na Fan Comunicação, onde assessora clientes... > Saiba mais

Tópicos recentes

Adicione por aí!

Adicione este blog aos seus favoritos com o AddThis!

Fotos no Flickr

my del.icio.us

BlogBlogs

O maior diretório de blogs e fotologs do Brasil

Apoio


%d blogueiros gostam disto: