O novo herói brasileiro…

26 outubro, 2006 at 10:46 am

Faço questão de reproduzir aqui a ótima coluna do Flavio Gomes, publicada no Grande Prêmio. Eu, como fã assumida do Felipe Massa, já me sentia incomodada com toda essa exposição na mídia após a sua vitória no GP do Brasil. Fico aliviada em saber que não sou a única que penso assim…

Coluna Warm Up: Ainda bem que é o Felipe
Flavio Gomes

Ah, e já viramos de novo a pátria sobre rodas! Chegou aquele que vai nos redimir! Ungido pelos deuses do automobilismo, o que erguerá nossa bandeira aos céus, levará os acordes do Hino Nacional às alturas, mostrará ao mundo que somos uma nação de heróis e bravos guerreiros!

Olha, ainda bem que este novo eleito se chama Felipe Massa. Um garoto avesso a babaquices. Basta lembrar uma de suas primeiras frases depois de ganhar em Interlagos, como que para afastar logo de cara qualquer traço de heroísmo no que fez: “Foi a corrida mais fácil da minha vida”.

E foi mesmo. Afinal, seu principal adversário, Schumacher, foi tirado de combate duas vezes: no sábado, caindo para décimo no grid, e no domingo, quando seu pneu furou. Depois, o melhor piloto da temporada, Fernando Alonso, não correu para ganhar. Sem os dois, ficou mesmo fácil para Felipe.

O que não arranha em nada sua vitória. Massa fez a pole e dominou uma corrida cujo cenário foi, aos poucos, se tornando favorável a ele. E piloto bom é assim: se o universo conspira a seu favor, vai lá e fatura sem deixar dúvidas.

No mesmo dia, a TV oficial já começou a fazer chamadas para a temporada de 2007. Felipe, de um estalo, tornou-se a maior estrela nacional, campeão antecipado, a F-1 será obrogatória no ano que vem, e aqueles que não o seguirem serão imolados em praça pública como antipatriotas. Já descarregaram nas suas costas a obrigação de ser “o nosso herói”. Brasil-sil-sil.

Esse Brasil-sil-sil deveria ser proibido.

Mas, de novo, ainda bem que o herói é Felipe Massa, que de herói não tem nada. Herói, como já disse várias vezes, é bombeiro e médico de hospital público. Felipe é um ótimo piloto, que começou o ano mal e terminou bem, e que teve a felicidade de vencer um GP histórico por vários motivos: por sua vitória, claro, 13 anos depois de Senna em Interlagos; pelo bi de Alonso; e, principamente, pela despedida de gala do melhor piloto destes e de todos os tempos.

Anúncios

Entry filed under: Fórmula 1, Pilotos.

F1 continua em São Paulo Imagem é tudo


Sobre a autora

Bárbara Franzin é paulistana, geminiana, jornalista e gremista. Tem 22 anos e trabalha na Fan Comunicação, onde assessora clientes... > Saiba mais

Tópicos recentes

Adicione por aí!

Adicione este blog aos seus favoritos com o AddThis!

Fotos no Flickr

my del.icio.us

BlogBlogs

O maior diretório de blogs e fotologs do Brasil

Apoio


%d blogueiros gostam disto: